Cachara

Este lindíssimo peixe de água doce com listras parecendo vírgulas por todo o corpo encanta pela beleza e imponência, ainda que os maiores cacharas sejam raros hoje em dia.

Cachara no rio
Cachara é um peixe rápido e certeiro

Ele pode proporcionar uma pescaria excitante e para ficar na memória, pois é um peixe rápido e certeiro na hora do ataque às presas ou iscas.

Origem Do Seu Nome

Cachara nas pedras
O seu nome é por causa da sua boca

Existe uma ligeira confusão entre o Pintado e o Cachara, porém veremos que são peixes um tanto quanto diferentes.

O termo surubim, do Tupi Guarani funcionava como um prefixo para estes dois peixes: Surubim Pintado ou Surubim Cachara

O termo surubim, significa peixe verde ou azulado. Porém esta expressão já caiu em desuso.

cachara

Seu nome científico advindo do grego significa falsa boca plana ( pseudais=falso; platys=plano e stoma=boca)

 Seu nome popular é Cachara ou Surubim, já o seu nome científico parece um xingamento alemão: Pseudoplatystoma fasciatum, ele é da família dos pimelodidae

Principais Características do Cachara

Cachara nadando
O cachara é um peixe de couro

Ele é um peixe de couro, com o corpo alongado e roliço.

Sua cor é cinza escuro no dorso e clareia a medida que passa pelo ventre. A parte abaixo da linha lateral é branca.

cachara na areia
Sua parte de baixo é branca

Sua maior característica, que o difere de outras espécies parecidas é o padrão das manchas que ele traz em seu corpo:

São pequenas faixas verticais pretas e irregulares que começa nas costas e vai até as laterais.

Pode apresentar manchas arredondadas ou em formato de vírgulas no final das faixas.

A cabeça é grande e achatada, ocupa quase 1/3 do total do corpo

Sua cabeça é quase 1/3 do corpo

Possui seis barbilhões compridos que funcionam como órgão tátil.

Cabeça grande e achatada da cachara
Cabeça grande e achatada

Tem esporões nas pontas das nadadeiras peitorais e dorsal.

Possui esporões em suas nadadeiras

Pode chegar a pouco mais de 1,20 m de comprimento e pesar mais de 25 quilos em alguns casos.

Onde Podemos o Encontrar

Locais que encontramos a cachara, por fishbase

São mais comuns nas regiões Norte e Centro-Oeste, nas Bacias Amazônica, Araquaia-Tocantins e Prata. 

Mas também podem ser encontrados eventualmente nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Santa Catarina.

Hábitos do Cachara

Tem o costume de ficar nos canais de rios, poços mais fundos e grandes(final de corredeiras,por exemplo), prais, matas inundadas e igapós.

Ficam nesse lugares pois é onde encontram ao mesmo tempo um bom lugar para encontrar alimento e se esconder dos predadores.

Gostam de ficar no fundo

São mais ativos durante a noite.

As mais jovens costumam ser mais ativas enquanto os adultos esperam pelo sua presa quase sem movimento.

foto do cachara

De modo geral, tem o comportamento mais pacífico e sedentário porém é territorialistas com os de mesma espécie.

Quer mergulhar e observar de pertinho um Cachara? Então assista este vídeo abaixo para ter essa experiência incrível registrada no Rio da Prata!

Sua Alimentação

É piscívoro, ou seja: se alimenta de outros peixes e também de camarões de água doce ou caranguejos.

Como possui boca e estômago elásticos, podem comer presas grandes em relação ao seu tamanho.

Reprodução e Acasalamento

Alevinos de Cachara
Alevinos de Cachara

É um peixe de Piracema, faz a migração reprodutiva a partir do início da enchente.

Confira aqui o período de defesa do Cachara.

Ovíparo, atinge a maturidade sexual com cerca de 50 cm.

Vamos à Pesca!

Cachara pescada
Cachara pescada

O ideal é usar equipamentos de média/pesada resistência porque é um peixe de grande porte e forte.

Varas de pescar
Equipamentos têm de ser de alta resistência

As linhas devem ser de 17 à 30 lbs, variando entre 0,45 e 0,80 milímetros e preparadas com empates e anzóis de 6/0 à 10/0.

Linhas de pesca 30 lbs
Linhas devem ser de até 30 lbs

 

Usa-se só um anzol com chumbada solta na linha. O peso desta chumbada vai depender da correnteza de onde se está pescando.

chumbadas ovais e redondas
A chumbada do anzol depende do local onde se pesca

É indicado o uso de um encastoado de aço nesta pesca por causa das piranhas que podem atacar a isca e romper a linha de pesca.

Iscas

Cachara prefere iscas naturais de peixes pequenos como por exemplo os lambaris, tuviras, muçum, sarapó, curimbatá. Gosta muito também de minhocuçú.

Além de iscas com peixes pequenos, o Cachara gosta muito de isca de minhocuçu também

Uma boa dica é que na época do começo das vazantes as melhores iscas são as chamadas iscas brancas, pois atraem mais a atenção do peixe.

Quanto às iscas artificiais, são muito bem aceitas também. Principalmente os plugs de meia água e de fundo.

Plugs de meia água com pesos para serem trabalhadas no fundo

Geralmente a briga é boa e pode demorar um pouco dependendo do tamanho do bicho.

Homem pescando no rio
Ele é bom de briga!

As principais modalidades desta pesca são de rodada(quando se vai atrás do peixe arrastando a isca no fundo, com velocidade baixa e aceleração constante.

Faça rodada

O ideal é deixar o barco descer o rio seguindo a correnteza naturalmente, pois assim não corre-se o risco de espantar o peixe.

Em poços profundos do rio ou então, a apoitada(quando o barco fica aportado, ancorado em algum lugar e a isca é deixada para seguir junto a correnteza) é eficaz, especialmente nos poços mais profundos e nas entradas dos corixos, que é onde tem correnteza.

Um outro local ideal é após as corredeiras, onde existam pedras e poços com certa profundidade.

Cuidado!

Cuidado com os esporões nas nadadeiras!
Cuidado com os esporões nas nadadeiras!

Lembrando que o Cachara têm esporões em suas nadadeiras peitorais e dorsal. Por isso, é preciso cuidado redobrado com o manuseio deste peixe para evitar acidentes.

Já falamos sobre os cuidados nesse artigo do Bagre, clica aqui e veja o jeito certo de manuseá-lo.

Seu Valor Nutricional

Filés de Cachara
Filés de Cachara

Em 100 gramas de Cachara podemos encontrar 107 Calorias, 0,9 gramas de Gordura, 0 Carboidrato e 23,1 grama de Proteína.

Cachara na Culinária

Sua carne branca tem um sabor maravilhoso e é muito versátil na culinária.

Você pode usar o Cachara em todas as receitas que pedem o peixe Surubim também, pois trata-se do mesmo ingrediente.

Que tal começar com esta maravilhosa Moqueca de Peixe a La Maciente:

Moqueca de Peixe a La Maciente
Moqueca de Peixe a La Maciente

Um delicioso Cachara no Espeto também é uma ótima opção:

Cachara no Espeto
Cachara no Espeto

E para aquele churrasco diferente, pode ser um Cachara na Grelha:

Cachara na Grelha
Cachara na Grelha

Curiosidades do Cachara

  • Em uma cidade no estado de Goiás, Aragarças, existe um monumento em homenagem ao Cachara, já que a cidade recebe muitos pescadores atrás deste peixe;
Monumento em homenagem aos Cacharas
Monumento em homenagem aos Cacharas, em Aragarças,GO
  • Muitas pessoas confundem o Cachara com o Pintado ou com o Pincachara(que é o cruzamento das duas espécies). Mas a distribuição e formato de suas manchas e pintas diferem um do outro;
A diferença entre os 3 peixes
  • Existe uma lenda contada pelos moradores dos arredores do Rio São Francisco, de que o Surubim protege as jovens casadas e que se o marido maltratar sua esposa, pode acabar morrendo.
    Isso começou diante da história de que uma jovem casada, após espancada pelo seu marido, saiu de casa e chorando às margens do rio, um surubim se comoveu com sua dor e tristeza e ao encostar sua pele no rosto machucado da mulher, seus ferimentos sararam. Em seguida, ao voltar para casa, ela se deparou com o marido morto, engasgado com uma espinha de surubim presa na garganta. Esta lenda ficou conhecida com a Lenda do Surubim Beijador.
A Lenda do Surubim Beijador

Agora que já conhecemos melhor este belo brigador, é hora de juntar as tralhas e buscar o melhor ambiente para mais uma memorável pescaria!

cachara

Deixe seu voto 😉
[Total: 0    Média: 0/5]
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •