Bagre

O Bagre é um peixe que chama bastante atenção por causa do seu bigode longe, o que podemos dizer que é o seu charme.

O seu bigode é uma beleza que chama muito a atenção

Quando falamos em Bagre, devemos ressaltar que este não é o nome de um peixe só, são todos os peixes conhecidos da ordem dos Siluriformes encontrados em sua maioria na América do Sul.

São conhecidas cerca de 2.200 espécies diferentes deste peixe. E ainda neste conjunto somam-se quase 40 famílias.

Um Bagre no fundo de um aquário

 Dentro destas famílias ainda existem duas que são espécies marinhas: a Ariidae e a Plotosidae.

Espécie Plotosus lineatus no Mar Vermelho

A grande maioria varia de tamanho em poucos milímetros até chegar na maior espécie deles, o Pangasiodon gigas que é um dos maiores peixes de água doce do mundo, podendo atingir até 5,50 metros.

Os bagres variam muito de tamanho de acordo com a espécie

Os Bagres são encontrados em quase todo lugares do planetas, menos na Antártida.

O bagre Pangasiodon gigas é considerado um dos maiores peixes de água doce do mundo

Características do Bagre

Eles possuem os “bigodes” que são chamados de barbilhões e são bem característicos da espécie.

São estas estruturas que ajudam o bagre a localizar suas presas funcionando como se fossem uma espécie de radar ou sensor.

Os seus bigodes ajudam a localizar suas presas

Não possuem escamas e têm o corpo bem rígido e grosso.

O Bagre tem três espinhas em suas nadadeiras, uma na nadadeira peitoral e duas dorsais formando um triângulo, onde ficam armazenados seus ferrões que servem como dispositivo de defesa.

Bagre visto de cima, pela lateral e por baixo

Quando é tocada, a nadadeira fura e projeta o ferrão( que pode conter um tipo de veneno) causando ferimentos graves naquele que esbarra no peixe. Por isso, é fundamental muito cuidado no manuseio.

As nadadeiras contém ferrões e é preciso muito cuidado ao manusear!

Sua coloração varia muito. Alguns possuem manchas, pintas ou coloração mais padronizada entre tons mais amarelados, cinzas ou marrom sem grandes variações.

Bagre Tigrado
Bagre Africano
Bagre Branco
Bagre Listrado

Hábitos do Bagre

Eles possuem hábitos noturnos

A maioria dos bagres tem hábitos noturnos e vivem mais perto do fundo, nas águas mais escuras e pouco profundas.

Eles são mais encontrados em grandes rios, lagos, lagoas e se adaptam a diferentes condições do ambiente.

São muito agressivos, por isso quem monta um aquário não deve colocar outros peixes no mesmo ambiente, principalmente se forem menores, pois estes podem ser atacados e mortos pelo bagre.

Alimentação do Bagre

O bagre tem uma alimentação bastante diversificada e alguns são vegetarianos

São predadores em sua maior parte e se alimentam de outros peixes além de artrópodes, vermes, ovos de peixe, pequenos invertebrados, insetos, plânctons e alguns se alimentam também de plantas.

São chamados também de predadores oportunistas porque podem devorar qualquer animal que esteja vulnerável como rãs, pássaros, cobras, sapos e até alguns mamíferos aquáticos que estejam fracos ou imóveis.

Eles não perdem a oportunidade para comer

Geralmente se alimentam por sucção ou engolindo a comida direto ao invés de morder e arrancar pedaços. Porém algumas espécies fixam-se a objetos em movimento na água.

Como têm uma maxila reduzida, não consegue projetar a boca para alimentar-se como a maioria dos outros peixes faz.

São muitas espécies, dentre elas algumas são puramente vegetarianas e muitos peixes são até pacíficos.

Bagre no fundo do rio

O Bagre Listrado, por exemplo, fica a maior parte do tempo escondido entre a lama dos rios e só espera a corrente trazer sua comida.

Alguns bagres ficam parados esperando a comida chegar com a correnteza

Reprodução

O Bagre atinge sua maturidade sexual entre os três e seis anos de idade e optam por uma temperatura de aproximadamente 24°C na água para sua desova.

O bagre se acasalam em águas quentes

No geral, esta época é no final da primavera e início do verão. As estações mais quentes. No Sul, as desovas acontecem de novembro até fevereiro.

No inverno, muitas espécies entram em hibernação.

Quando chega a época da reprodução, esta espécie apresenta o chamado dimorfismo sexual: o macho fica com a cabeça mais musculosa e achatada do que a cabeça da fêmea.

Quando em época de reprodução,a cabeça do macho fica diferente

Preferem a água parada e são protetores com a prole.

Casal de Bagres preparando ninho para desova

Algumas espécies constroem ninhos para abrigar os ovos já outras, carregam os ovos na boca.

Bagre com suas ovas na boca

Vamos à pesca!

Antes de pegar o equipamento, procure saber qual o tamanho do bagre que costuma aparecer na região aonde você for pescar.

Saiba qual o tamanho dos Bagres do lugar que vai pescar

A carretilha deve ser resistente mais para garantir a pesca de diferentes tamanhos.

Como o Bagre costuma ficar no fundo, a linha deve ter entre 0,40 e 0,50mm. Se for uma pesca que usa carretilha o molinete, é necessário utilizar 30 cm de linha 0,50 de monofilamento ou fluorcarbono. Use uma linha com resistência de, no minímo, 5 quilos.

Linha de monofilamento e fluorcarbono

As varas maiores são mais indicadas para pesca em correnteza de rios. Já uma vara que tenha de 15 a 20 cm já funciona bem para a pesca em lagoas.

Varas maiores são indicadas para pesca em correntezas

O chumbo deve ser escolhido de acordo com a correnteza do local da pescaria, mas é aconselhável usar uma chumbada mais leve porque ao morder a isca e sentir que a peça está muito pesada, pode ser que o bagre desconfie e solte a isca.

Chumbada leve é o mais indicado para pesca dos bagres em geral

O anzol mais usado é o do tipo Maruseigo, com prendedor de isca.

Anzol com prendedor de isca

Iscas

São mais indicadas as iscas que tenham o cheiro forte. As mais indicadas são: minhocas, peixes pequenos, fígado e tripa de frango(principalmente) e o lagostim ou camarões.

Iscas naturais com cheiro forte atraem mais os bagres

Sempre faça silêncio. O bagre tem uma certa facilidade para escutar movimentos no lado exterior. Quanto menor o som ao se movimentar, melhor.

Iscas artificiais usadas para pesgar o bagre

Use a técnica da linha apertada( pendure um pequeno peso na linha)para poder sentir melhor a fisgada em águas mais profundas.

É mais fácil pescar o Bagre à noite. Este peixe é muito forte e resiste bem.

Esteja preparado para fazer muita força no molinete e para uma bela de uma briga!

Mas a briga pode valer a pena

Depois de fisgar o Bagre, é altamente recomendado que se use luvas e alicates de pesca a fim de evitar acidentes com os ferrões deste peixe.

Muito cuidado ao manusear o bagre!

Ao retirá-lo da linha, feche a mão por volta de sua barbatana dorsal(aquela que fica na parte de cima do peixe) e mantenha os dedos atrás das barbatanas laterais dele.

Jeito correto de segurar o bagre

Assim que retirar do anzol, mate o bagre de maneira rápida perfurando a cabeça acima da região dos olhos de um lado ao outro. Assim evita-se acidentes com o peixe pulando e se contorcendo.

Coloque-o no gelo para preservar o paladar e o frescor do peixe.

Veja um dos Maiores Peixes da Amazônia: O Pirarucu

O Bagre na Culinária

Apesar de não ser uma das espécies mais usadas na culinária, cada vez mais a carne do bagre é consumida devido ao alto valor de nutrientes como o cálcio, ferro, iodo, vitaminas A, B12, e D.

O bagre tem um alto valor nutricional!

Sua carne quase não tem espinhas e os filés são mais grossos com consistência intermediária.

Um filé de 159 gramas desse peixe contém cerca de 189 Calorias, 9,4 gramas de Gordura, 0 Carboidrato e 24,4 gramas de Proteína.

Antes de preparar o Bagre

Faça o preparo certo antes de cozinhar

Antes de cozinhar, é preciso limpar muito bem o peixe. Para isso, deixe-o de molho em sal e vinagre da seguinte maneira:

  • Coloque o bagre em uma panela e cubra-o com água suficiente. Em seguida coloque uma colher de sopa de sal e duas colheres de sopa de vinagre.
  • Coloque a panela na geladeira durante toda a noite quando for preparar, enxágue bem com água fria antes de cozinhar.

Por ter um sabor muito característico, as receitas que levam molho são mais comuns de serem preparadas.

Ensopado de Bagre

Um Bagre Ensopado é algo delicioso para o bom apreciador de peixes à mesa

Bagre no Leite de Coco e Oleo de Dende

O que dizer deste delicioso Bagre no Leite de Coco e Óleo de Dendê?!

Saboroso Bagre ao Molho

É fácil preparar um delicioso Bagre ao Molho!

Curiosidades

  • O bagre consegue suportar baixos níveis de oxigênio e consegue andar arrastando-se com a ajuda de suas nadadeiras e respirar fora da água mais tempo(até horas) devido às suas estruturas respiratórias diferenciadas.
  • Conta-se que em época de cheias, o maior índice de morte de bagres africanos se dá por atropelamento, pois ele sai de local ao outro e quando a água abaixa, este é vítima fácil destes acidentes.
Especie de Bagre Africano
  • O Bagre Africano é conhecido como o Monstro do Brejo.
  • Existe uma espécie mais exótica entre os bagres que é o chamado Peixe Gato Invertido. É uma espécie mais rara, que nada de cabeça para baixo pegando comida na superfície da água.
Peixe Gato Invertido nadando de cabeça para baixo
  • O Bagre Amarelo é considerado o que tem a ferroada mais dolorida.
  • Uma forma de aliviar a dor causada pelo ferrão, é usar uma compressa com água quente para promover a dilatação dos vasos sanguíneos até encontrar ajuda médica e primeiros socorros.
Ferimento causado pelo ferrão do bagre
  • Mesmo depois de morto, podem ocorrer acidentes com os ferrões dos bagres, pois estes ainda assim ficam expostos.
  • A expressão “cabeça de bagre” é usada quando se refere a uma pessoa lenta intelectualmente ou imbecil. Este termo se deve ao formato da cabeça do peixe que visto superficialmente parece que tem a cabeça vazia e aparentemente com um cérebro minúsculo.
A expressão Cabeça de Bagre veio por causa do tamanho da cabeça dele

O bagre é um peixe fascinante e ao mesmo tempo perigoso!

Mas é justamente isso que torna ele é um belo convite para uma pesca emocionante! Depois de ler tudo até aqui acredita que está preparado para ir a caça?

Uma pesca incrível e emocionante!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •