Aruanã

Conhecido como um dos peixes mais caros do mundo, de beleza e riqueza cultural única,o Aruanã encanta a todos que contemplam sua beleza, suas habilidades de grande saltador sem falar na riqueza de lendas e simbolismos deste maravilhoso peixe.

Um peixe considerado caçador

Também conhecido como língua-de-osso, o Aruanã é um nome indígena, variação de Aruanã, nome de uma tribo às margens do rio Juruá(nasce no Peru e percorre o Acre e Amazonas).

O significado mais próximo em português que temos é “sentinela”.

O peixe “sentinela”

Principais Características do Aruanã

O seu nome científico é Osteoglossum bicirhosum da Família dos Osteoglossidae da Ordem dos Osteoglossiformes.

As escamas ficam vermelhas

É um peixe de água doce coberto por escamas, de cor branca que ficam avermelhadas na época da reprodução.

Seu dorso é verde escuro e o meio das escamas é prateado ou dourado.

 O formato de sua boca ajuda na sua alimentação e respiração

O seu corpo é bem alongado e comprimido.

De boca enorme e virada para cima, possui barbilhões na ponta de seu queixo que servem para encontrar alimento e também conseguem oxigênio na superfície da água. A sua língua óssea e áspera.

Esse peixei pode chegar a um metro de comprimento

O aruanã pode alcançar 1 metro de comprimento e pesar 5 Kg.

Onde Encontrar

É encontrado nas Bacias Amazônica, Tocantins-Araguaia.

Hábitos Desse Peixe

Um dos hábitos mais curiosos do Aruanã é o de saltar para buscar suas presas na superfície, galhos ou cipós. Podem saltar até 1 metro da água nesta atividade.

Confira aqui neste vídeo, o salto do Aruanã que é também conhecido como Macaco D’água.

Ele gosta de ficar nos pequenos rios, igarapés e também nos locais onde a floresta está inundada.

Ficam bem perto da superfície onde caçam dentro e fora da água.

Tem a capacidade de respirar fora da água também.

O Aruanã pode respirara fora d’água

Alimentação do Aruanã

O aruanã é carnívoro, se alimenta de lagartos, cobras, sapos, aranhas, insetos além de pequenos peixes e invertebrados aquáticos também.

Além de pequenos artrópodes e invertebrados terrestres, o Arapuã também se alimenta de pequenos peixes

Sua capacidade de saltar fora da água também serve para ajudar na fuga de seus predadores, como o boto, por exemplo.

Reprodução e Acasalamento

Eles se reproduzem durante a cheia. 

Após a desova da fêmea, os machos recolhem estas ovas e a fêmea, ao perceber que não cabe mais na boca do companheiro, também carrega um pouco em sua boca. 

Confira neste vídeo o momento da desova e quando o casal passa a “guardar” as ovas na boca.

Apesar das imagens registradas, geralmente é só o macho quem toma conta da prole em seu ambiente natural.

Quando os “papais” vão se alimentar, expelem próximo estas ovas e alevinos e depois de alimentados, seus barbilhões também servem para encontrar os filhotes.

Alevinos podem ficar até 3 meses na boca do macho

 

Os filhotes ficam até os 3 meses de vida dentro da boca de seus progenitores.

Aruanã macho liberando sua prole

É sempre recomendado que se consulte a tabela de períodos de defeso do IBAMA para conferir qual é a época em que a pesca não é permitida.

Saiba mais sobre o belíssimo peixe Bagre!

Alevinos de Aruanã

Vamos à Pesca!

O equipamento para a pesca do Aruanã deve ser de resistência média.

Equipamento de resistência média é o suficiente para a pesca do Aruanã

As linhas podem ser a 12, 14 e 17 Lb. Anzóis, 1/0 até 3/0.

Iscas

Tanto as iscas naturais quanto as artificiais têm bom resultado.

Iscas artificiais

As naturais podem ser de peixes, camarão, insetos,etc.

Pequenos peixes, camarões e moluscos
servem como isca natural

As artificiais mais usadas são as do tipo plugs de superfície e meia água e colheres.

Iscas meia colher

Um item que pode passar despercebido pelo pescador é o girador. 

Giradores ajudam bastante a evitar que a linha fique embaralhada

A principal função deste girador é evitar que a linha se torça durante o recolhimento, principalmente quando usamos molinetes.

Se quer evitar que a linha fique toda enrolada na hora do arremesso, não se esqueça do girador.

Se for usar iscas artificiais, escolha os giradores que já vem com um grampo (snap) acoplado.

Pesca do Aruanã

O tamanho do girador vai variar de acordo com o tamanho do peixe que se quer capturar. Quanto maior o peixe, maior o girador.

Mas é bom lembrar que um girador pequeno consegue dar conta de um peso de 10 à 15 quilos.

Dicas Para Pescar o Aruanã

Um bom lugar para a pesca dos Aruanãs é na beira dos lagos, próximo a troncos ou plantas aquáticas.

O Aruanã é habilidoso, cuidado!

Arremesse a isca na frente do peixe a uma distância de 3 a 5 metros dele.

O Aruanã é saltador muito habilidoso e ao ser capturado esteja atento na hora de retirar o anzol para evitar de se ferir.

Cuidado com os seus dentes

Bom salientar que por ter a boca virada para cima e ter dentes afiados, todo cuidado é pouco na hora de manusear sua pesca.

Propriedades Nutricionais

Um peixe com pouquíssima gordura

Um filé de 100 gramas de Aruanã oferece 110 Calorias, 0 Carboidrato, 1 grama de Gordura e 22 gramas de Proteína. 

Como pode-se perceber, o Aruanã é uma excelente opção em dietas de baixa caloria e rica em proteínas.

Aruanã na Culinária

Com uma carne muito saborosa e uma flexibilidade na hora de absorver vários temperos, o Aruanã permite criar pratos incríveis.

Você pode começar com este Filé de Aruanã com Bananas da Terra e Camarão:

Filé de Aruanã com Banana da Terra e Camarão

Uma receita bastante tradicional e conhecida na região amazônica é o Aruanã Peixe Atleta:

Aruanã Peixe Atleta

Para receber aquela visita especial, nada melhor que um prato especial como o Filé de Aruanã ao Molho de Camarão:

Filé de Aruanã ao Molho de Camarão

Curiosidades do Aruanã

O Aruanã é muito procurado para pesca esportiva
  • Na região amazônica os Aruanãs também são conhecidos como macacos d’água devido a sua habilidade de saltar fora da água para caçar;
  • É um peixe muito procurado pela pescaria esportiva devido a esta habilidade de saltar e brigar muito quando é fisgado;
  • Para o povo chinês e povos próximos da região, é chamado de Peixe Dragão e é tido como símbolo da paz, sorte e prosperidade;
Escultura de bronze do peixe dragão chinês
  • Quando criado em cativeiro com alimentação adequada e espaço suficiente, pode atingir até 5 Kg;
  • Em alguns países da Ásia este peixe é considerado de luxo. Isso acontece porque a pesca ilegal dizimou a espécie e atualmente existem fazendas no Sudeste Asiático que contam com microchips inseridos nestes animais que são acompanhados para evitar o manuseio incorreto da espécie e manter a reprodução de modo equilibrado e sem risco de extinção. Porém, cada exemplar destes peixes destas fazendas custam uma pequena fortuna.
  • Um Aruanã Prateado de apenas 40 centímetro é considerado um dos peixes mais caros do mundo. Este híbrido é raro e não apresenta nenhuma mancha em seu corpo.
Um dos peixes mais caros do mundo

A Lenda do Aruanã

Segundo a lenda indígena, de vez em quando o Aruanã subia para a superfície do rio Araguaia e ficava observando a vida humana.

A lenda do Aruanã

Ele ficava muito triste, porque achava que a felicidade verdadeira morava ali, no cheiro do ar, na beleza da terra e suas vegetações.

Sentia-se perdido, sem alegria por ser um peixe, por ter de viver nas águas.

Sonhava em se tornar um homem, poder correr pela terra seca!

Ele sonhava em poder ficar na terra

De tanto sonhar assim, um dia se encheu de coragem para poder sentir a força do Sol sobre a terra, ele colocou a cabeça para fora da água

Só que ele começou a sufocar e falou com todas as suas forças apelando ao deus Tupã: 

– Ó grande Tupã, senhor da vida e da natureza, nasci na água, mas nela eu não quero morrer! Se meu corpo é de peixe, o meu coração é humano. Tira-me destas águas que me deixam tão infeliz e sem sentido, dá-me o ar como forma de pulsar e a condição de homem como realizador de toda vida!”

Tupã, tocado com tamanha coragem e o transparecer de alma daquela criatura, resolveu descer até as profundezas do Rio Araguaia tirando de lá o infeliz peixe.

Tupã desceu e tirou ele de lá

Voou com o Aruanã que não podia respirar e se debatia no ar.

Por fim, ele foi deixado no campo, sob os raios de Sol e sob as brisas suaves do vento.

Aruanã estava desesperado ali, achando que ia morrer sufocado, mas não amaldiçoou Tupã. 

Mesmo sem conseguir respirar o ar da terra, agradeceu por aquele momento afinal de contas, ia morrer longe daquelas águas, como sempre sonhou. 

Elevou então seu pensamento ao seu deus e fechou os olhos, esperando a chegada da morte e a felicidade alcançada.

Tupã ficou comovido com a sensibilidade do peixe e iniciou sua metamorfose.

Aruanã viu suas escamas se transformarem em pele, toda envolta em pelos suaves que a brisa balançava em desenhos, braços e pernas musculosas surgiam dando-lhe o aspecto viril.

Vestimenta Karajá do espírito Aruanã

O ar finalmente chegava aos seus pulmões agora. Sentiu o cheiro da Terra.

Olhou emocionado para seu corpo e sorrir na plenitude de toda sua felicidade ao ver que ele já não era mais um peixe, mas sim, um homem forte e cheio de beleza.

“- Provaste que tens um coração grandioso e valente!” lhe disse Tupã. “ – Serás um grande guerreiro entre os homens; pai das mais sábias das tribos.

Aruanã peixe foste, Aruanã hás de te chamar como homem. Vá, cumpra seu destino de homem guerreiro!”

Desde então, todos os anos na época da lua cheia, os índios Karajás realizam o ritual do Aruanã, prestando homenagem através do canto e da dança, ao pai da nação Karajá😮 Aruanã.

Os índios Karajá fazendo homenagem ao Aruanã

Depois de aprender mais sobre mais este peixe tão rico de nosso país, é hora de sentir de perto seus encantos. 

E aí? Pronto para mais esta pescaria?

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •