Você sabia que os barulho dos navios atrapalham os caranguejos?

Os pesquisadores acreditam que sons submarinos causados pelo homem pode alterar a sobrevivência do comportamento das criaturas marinhas, que incluem a capacidade para mudar de cores para combinar com seu entorno ou responder ao perigo rapidamente. Ou seja, demoraram para se camuflar.

A equipe tamb√©m descobriu natural sons do oceano que tocavam t√£o alto quanto o som dos navios n√£o afetavam a capacidade de camuflagem do  caranguejo ou o seu comportamento.

Os pesquisadores dizem que suas descobertas, publicadas na revista Current Biology, indicam que a poluição sonora subaquático poderia estar representando uma ameaça para uma ampla variedade de espécies marinhas, incluindo aqueles que não usam o som para procurar alimentos.

Descobertas Chocantes

A exposição prolongada ao ruído de navios que podem afetar a sua camuflagem em caranguejos

Tom Tregenza, um professor da Universidade de Exeter e um dos autores do estudo, disse: 

“N√≥s j√° sab√≠amos que o ru√≠do pode ser prejudicial para os animais marinhos, mas um avan√ßo a partir deste estudo √© mostrar que o som que os navios fazem √© muito mais perturbador do que o som natural dos mares, mesmo se o natural tiver a mesma intensidade das embarca√ß√Ķes.”

A autora principal Emily Carter, do Penryn Campus de Exeter, na Cornualha, acrescentou: “Os caranguejos que vivem na costa n√£o dependem de som ‚Äď por isso a nossa descoberta de que o ru√≠do afeta o seu comportamento e a capacidade de camuflar-se sugere que o ru√≠do dos navios podem afetar uma variedade muito grande de esp√©cies.”

Os pesquisadores expuseram 98 caranguejos da costa juvenis a sons subaquático mais tranquilos, uma hora de gravação de um navio de passagem, ou uma ocorrência barulhenta de sons subaquáticos durante oito semanas.

Os Resultados

Como os sons afetam as mudan√ßas de cores do caranguejo.: As conchas √† esquerda mostram o n√≠vel de altera√ß√£o de cor em caranguejos que foram expostos √† sons tranquilos do oceano; as conchas no meio pertencem aos caranguejos que foram expostos a sons altos do oceano; as conchas na direita mostram a mudan√ßa de cor no caranguejos que foram expostos grava√ß√Ķes de navios. (Emily Carter/Universidade de Exeter/PA)

Aqueles que ouviram apenas o som dos navios foram muito mais lento para se camuflarem, mudando de cor apenas pela metade em comparação com os outros caranguejos no experimento.

Estes crustáceos, também levou mais tempo para responder a um predador, simulado por uma ave fictícia, quando o navio de ruído estava sendo tocado, mas reagiu normalmente quando eles não foram expostos ao ruído.

Você conhece o Camarão da Malásia? Veja aqui.

 “O tamanho e a for√ßa dos caranguejos adultos significa que eles t√™m outras defesas, mas os mais jovens dependem fortemente da oculta√ß√£o pois s√£o atacados por muitos predadores. S√£o  peixes e aves que se alimentam deles, assim, uma redu√ß√£o na sua capacidade de camuflagem e seu comportamento anti-predador poderia ser um grande problema.‚ÄĚ Disse Carter

“Estudos anteriores t√™m sugerido que muita energia que pode usada durante a mudan√ßa de colora√ß√£o, al√©m do estresse causado para se fazer a camuflagem.

“Ent√£o, a explica√ß√£o mais prov√°vel para as nossas descobertas √© que o stress causado pelo navio ru√≠do significa caranguejo n√£o t√™m muita energia para se dedicar a camuflagem.”

Deixe seu voto ūüėČ
[Total: 0    M√©dia: 0/5]
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Ei Vc, entre no Grupo do Telegram e veja as novidades da pescaAperte Aqui