Camarão da Malásia

O camarão da Malásia é o um dos maiores camarões de água doce do mundo.

Só perde para o Pitu.

Seu cultivo e pesca são sinônimo de bom negócio e investimento.

camarão da malásia

Como se trata de um crustáceo, sua pesca não é feita com vara, porém não deixa de ser extremamente prazeroso até pelo resultado final: um delicioso prato com camarões suculentos.

Origem do Seu Nome

Vem do grego makros(grande, longo) e brakion (braço).

diferenças entre os camarões
Da tradução do grego: Braços Longos

Já o seu nome científico é Macrobrachium rosenbergii, da ordem dos Decapoda da família dos Palaemonidae do gênero dos Macrobrachium.

Rosenbergii é uma homenagem ao naturalista de origem alemã Carl Benjamin Hermann von Rosenberg que registrou a primeira espécie.

Principais Características do Camarão da Malásia

Pode chegar até 32cm

Seu título de o maior camarão de água doce do mundo não é à toa.

Os machos chegam a ultrapassar 32 cm, as fêmeas, 25 cm.

Os machos dominantes possuem longas garras que podem ter o dobro do tamanho de seu corpo.

As garras do macho têm o dobro do tamanho de seu corpo

As garras possuem espinhos bem aparentes.

As fêmeas além de menores possuem garras pequenas.

O corpo é semelhante aos outros camarões

O corpo deste camarão é semelhante a todos os outros: liso e com grandes garras. 

Os menores são transparentes com uma faixa negra ao longo do corpo dando um aspecto tigrado e possui pequenas áreas azuladas.

Os mais novos possuem manchas ao estilo tigradas e possui pequenas áreas azuladas

Estas faixas longitudinais ajudam na identificação da espécie nesta fase. Possuem uma linha vermelha ao longo do rosto, manchas negras no abdômen.

Com o tempo, estas faixas somem, assim como a faixa vermelha. As manchas negras se tornam marrom avermelhadas ou alaranjadas.

Sua carapaça muda de cor

Sua carapaça fica com um tom verde-oliva ou azul acinzentado.

As garras são transparentes ou rosadas.

Sua garras são transparentes ou rosadas

Animais maiores são muito facilmente identificados devido a sua cor, porém os juvenis podem ser confundidos com “fantasmas”.

O juvenil é chamado de "fantasma"
O juvenil é chamado de “fantasma”

Onde Podemos o Encontrar

Foi introduzido no Brasil em 1977 e é encontrado especialmente nos estados do Espírito Santo, São Paulo, Paraná, Piauí e Amazonas. 

Encontramos ele sempre perto das águas salgadas

Mas podemos encontrar ele em diversos lugares do mundo, confira no mapa abaixo

Mapa da localização do camarão da malásia
Mapa dos países que encontramos o camarão da malásia

Hábitos do Camarão da Malásia

Encontramos eles eme rios lagos e reservatórios

Eles costumam habitar rios, lagos e reservatórios que se comunicam com águas salgadas que é onde seu desenvolvimento larval se completa.

Sendo assim, embora seja de água doce, não costuma ficar muito longe dos desagues litorâneos.

São agressivos, podem predar peixes enquanto estes dormem.

Eles são agressivos

Se a população destes camarões forem mantidas juntas por muito tempo, existe a tendência ao canibalismo.

Alimentação

O camarão da malásia tem uma dieta bem variada.

Consomem restos de animais mortos, vermes, moluscos, larvas, insetos aquáticos, vegetais como as algas, plantas aquáticas, sementes e frutos.

Eles comem de tudo

Em cativeiro se alimentam de ração para peixe também.

Em cativeiro comem ração
Em cativeiro comem ração

Caçam outros animais e até mesmo outros camarões.

A falta de proteína animal em sua dieta o torna mais agressivo.

Reprodução e Acasalamento

camarão fêmea com ovos
A fêmea carregando seus ovos fecundados que serão lançados posteriormente

Geram pequenos ovos e em grande quantidade. Os ovos são de cor laranja passando a cinza-escuros 2 a 3 dias antes de sua eclosão.

Filhote de camarão da malásia
Filhote de camarão da malásia

Após eclodirem, as larvas em formato de plâncton nadam livremente e se alimentam de nutrientes encontrados neste ambiente.

As larvas precisam de água salgada para se desenvolverem.

O pós-larva

São muito férteis e uma fêmea pode produzir em média de 80 a 100 mil ovos.

A fêmea atinge maturidade sexual quando chega aos 10 cm de comprimento.

Eles atingem a maturidade sexual cedo

Esta passa por uma muda pré-acasalamento(troca de pele) e logo depois, o macho transfere seu esperma no corpo da fêmea, onde ocorre a fertilização e os ovos fecundados ficam no corpo da fêmea, próximos ao pleópodes(os pézinhos do camarão).

Tubarão Come Braço Humano e Mistério Policial Se Inicia, Descubra o que Aconteceu!

A Estrada Até o Crescimento

A fêmea então migra para o litoral. Após cerca de 3 semanas, as larvas são liberadas e levadas pela correnteza até os ambientes favoráveis para o desenvolvimento.

As larvas se alimentam do próprio saco vitelino

As larvas passam a se alimentar do próprio saco vitelino e, depois, entram na fase carnívora se alimentando de zooplâncton, que são ricos em proteína.

Com um mês de vida se tornam pós larvas

Depois de um mês, aproximadamente, são pós larvas com 8 mm e passam a migrar rio acima. Lá, vão chegar já adultas e sexualmente maduras.

Os machos protegem as fêmeas

Algumas espécies de machos costumam proteger a fêmea durante o processo de fertilização e chega reunir mais de uma fêmea, porém não copula com todas elas.

Vamos à Pesca!

Não se usa varas!

Como qualquer outra pesca de camarão, ela não é feita com vara.

Usamos redes ou outros equipamentos como o covo, que é uma espécie de cesto comprido feito com esteira/malha e com pesos de chumbo onde só tem uma saída. 

Funciona como uma armadilha.

Um dos modelos de Covo
Um dos modelos de Covo

Não existe uma isca específica para a pesca deste camarão, afinal, ele se alimenta de tudo que é descartado por outros animais aquáticos.

Fazer isca para ele é fácil

Matéria orgânica, algas, outros animais são sua dieta.

No seu covo,é interessante colocar matéria orgânica como vegetação, pedaços de algas e vegetação, ração para peixes, massa, etc.

Coloque matéria orgânica no covo

Para a pesca com o covo, siga as seguintes orientações:

  1. Confira se não tem nenhum buraco ou furo na malha;
  2. Pegue alguns pedaços de vegetações ou outra matéria orgânica disponível. Se estiverem um pouco sujas não tem problema, pois isto pode servir até de atração para o camarão;
  3. Coloque dentro do covo estas iscas e então posicione o covo em locais próximos as vegetações, pedras costeiras e no fundo;
  4. Depois disso, é só esperar e recolher. Pode-se deixar de um dia para o outro para só então pegar de volta.
Par de camarões da malásia pescados

Caso queira uma maior quantidade e agilidade, o ideal é o uso de redes(tarrafas) ou rede de borboleta e barcos. 

Redes de borboleta, covos e rede comum usados na pesca do camarão

 

Modelo padrão de um Covo
Modelo padrão de um Covo

Camarão da Malásia na Culinária

Seu valor nutricional é alto

Sua carne é nobre e já foi o tempo em que se acreditava que camarão de água doce só servia como isca para a pesca de peixes melhores.

Hoje, já se sabe da importância nutricional e do paladar muito apreciado desta carne deliciosa e versátil.

O camarão da malásia tem uma carne bem versátil

Em 100 gramas de Camarão da Malásia encontramos 144 Calorias, 2,35 gramas de Gordura, 1,24 grama de Carboidrato e 27,59 grama de Proteína.

Saindo um pouco das receitas tradicionais de camarão porém mantendo a simplicidade de preparo e dos ingredientes, podemos já recomendar este delicioso Camarão da Malásia Grelhado com Abobrinha e Vagem:

Camarão da Malásia Grelhado com Abobrinha e Vagem
Camarão da Malásia Grelhado com Abobrinha e Vagem

Uma receita que leva leite de coco lembrando uma deliciosa moqueca e deve ser servido com um arroz branco soltinho é esta Receita com Camarão da Malásia:

Camarão da Malásia com Leite de Coco
Camarão da Malásia com Leite de Coco

E uma outra deliciosa pedida é este Camarão da Malásia Grelhado com Arroz Cuxá(um arroz branco com gergelim):

Camarão da Malásia Grelhado com Arroz Cuxá
Camarão da Malásia Grelhado com Arroz Cuxá

Curiosidades

  • Assim como todos os camarões, este tem todo o sistema digestivo localizado na cabeça;
  • O Camarão da Malásia é um dos maiores camarões de água doce do mundo e pode pesar até meio quilo e medir até 30 cm;
O caranguejo do mar
  • A palavra camarão vem do latim cammãrus, que significa caranguejo do mar;
  • Possuem sistema nervoso central como todos os animais;
  • Os camarões se comunicam através de emissão de bolhas de ar e se comunicam somente inter-espécie;
  • Vivem de maneira solitária e só têm cia na época da reprodução;
  • Os camarões de água doce na maioria das vezes não causam alergias. Esta característica é mais comum entre os de água salgada;
Camarão de água doce não causa alergia
  • Periodicamente o camarão muda de pele. É a chamada Muda ou Ecdise. O processo todo dura poucos minutos e em dois dias a nova carapaça já está firme. Os espécimes mais jovens mudam muitas vezes na semana, já os adultos  em média, duas vezes ao mês ou na época da reprodução;
Pele descartada do camarão no processo de seu crescimento
  • O Camarão da Malásia pode ser considerado espécie invasora, pois onde se instala tende a eliminar as outras espécies de camarão que estejam próximas.

Depois de conhecer melhor este camarão tão grande e pouco difundido, a pescaria fica ainda mais atraente,não?

 Então…é hora de arregaçar as mangas!

Deixe seu voto 😉
[Total: 0    Média: 0/5]
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •