Trair√£o

Atenção com este que é gigante até no nome.

√Č a maior do g√™nero

O Trair√£o √© o peixe do g√™nero das Tra√≠ras considerado como o maior deles. 

Ela é a maior do gênero Hoplias.

Muito voraz, com dentes afiados, esta pesca certamente fica na memória de qualquer pescador destemido.

Origem do Seu Nome

Nunca confie nesse peixe

O termo Hoplias deriva da palavra grega oplon-opla  + ias = armadura.

√Č uma refer√™ncia ao cr√Ęnio que tem uma esp√©cie de coura√ßa protetora e de seus dentes agressivos e amea√ßadores.

O Trair√£o possui dentes perigosos

O seu nome científico é Hoplias lacerdae da família:dos Erythrinidae.

Também conhecido como Trairaço e Tariputanga.

O seu nome traíra vem realmente de traição, tem o significado de quem trai ou engana, se deve ao comportamento deste peixe.

Em inglês fica Trahira.

O Peixe Trai√ßoeiro 

Ele se aproveita da sua camuflagem

O Trairão é o peixe que engana porque se aproveita de sua camuflagem se embrenha nas águas a espreita de sua presa e de repente a ataca e come.

Outro comportamento seu é o de caçar ao anoitecer.

Como seus olhos têm uma membrana que reflete muito pouco a luminosidade da lua, ela se esconde melhor e assim pega as presas mais facilmente.

Ele pesca pela noite

Por √ļltimo, depois de fisgada e colocada no sambur√°, o pescador pode achar que ela j√° morreu, por√©m, como ela consegue respirar um tempo fora da √°gua, se algu√©m se aproximar ela morde forte.

Com seus dentes afiados, causa acidentes na pescaria

M√°s recorda√ß√Ķes

E acredite, se você nunca pescou uma pode saber que sua mordida dói e sangra muito.

Muitos pescadores têm péssimas lembranças com o trairão, mas no fim compensa com aquela moqueca ou fritada.

A Diferença Entre A Traíra e o Trairão

Antes de saber mais sobre o Trairão, é bom chamar a atenção: Ele não é a traíra grande, é outra espécie de peixe.

As diferenças são:

Parte de baixo da cabe√ßa dos dois peixes: A – Tra√≠ra e B ‚Äď Trair√£o
  1. O que fica mais evidente é a diferença de tamanho: o Trairão é maior; pode chegar até mais de 20 kgs;
  2. A língua do Trairão é lisa, a da traíra é bem áspera;
  3. Observe abaixo a parte de baixo da cabeça das duas espécies. A Traíra (A) tema mandíbula em forma de U, enquanto o Trairão(B), em forma de V.
A Traíra (A) é diferente do Trairão(B) no tamanho, na distribuição dentária, língua e formato do corpo

Principais Características do Trairão

Ele é um peixe de água doce, de escamas, tem o corpo em formato cilíndrico.

Tem grossas camadas de escamas e seu corpo traz um muco espesso que o protege de parasitas como os sanguessugas.

Seu corpo espesso te protege

Seu corpo todo √© adaptado para a nata√ß√£o curta e veloz al√©m da ca√ßa em √°gua com pouco oxig√™nio, sendo que ele tem a√ß√Ķes muito r√°pidas.

√Č adaptada para ataques curtos e eficientes

Sobrevive em águas com baixo nível de oxigênio devido a sua estrutura respiratória que mantém um órgão acessório para a respiração:

A vesícula natatória extremamente vascularizada.

O Trair√£o consegue ficar um tempo fora da √°gua

A cor é quase preta no dorso, nas laterais a coloração é acinzentada e a barriga, esbranquiçada.

Pode chegar à 20 kg e mais de um metro de comprimento, porém indivíduos desse porte hoje em dia são mais raros de se encontrar.

Onde Encontramos O Trair√£o

Veio das bacias amaz√īnicas

A origem do Trair√£o √© da bacia amaz√īnica. 

Mas ele √© encontrado, al√©m da Amaz√īnia, no Par√°, Mato Grosso, Paran√° e no estado de S√£o Paulo.

Conheça também sobre a Traíra e entenda definitivamente a diferença!

H√°bitos do Trair√£o

Costuma viver em águas com vegetação, galhos, capim e remansos

Costuma viver nas águas rasas com vegetação e galhos, troncos e capim, remansos de rios, lagoas e represas.

O ambiente tem que ser propício para que ele possa emboscar suas presas.

Costuma ser pacifico se não for ameaçado

Seu comportamento é geralmente pacífico, mas eventualmente pode atacar indivíduos de sua própria espécie.

Convive com mais alguns indivíduos, porém não chega a formar grandes cardumes.

N√£o chega a formar grandes cardumes

Sua Alimentação

√Č essencialmente pisc√≠voro: se alimenta de outros peixes, mas tamb√©m √© on√≠voro.

Ele também se alimenta de insetos e é muito voraz.

Predador voraz

Reprodução e Acasalamento

Do mês de Setembro até o mês Abril ou Maio é seu período reprodutivo.

O Trair√£o escava ninhos no fundo das √°guas em que vive.

Os ovos são produzidos por diversas camadas ao longo do período de reprodução.

Fazem ninhos para os ovos

Os ovos são fertilizados ainda na nadadeira anal da fêmea que tem a forma de uma concha e em seguida são depositados no ninho.

O macho vigiará o local até que as larvas eclodam e até irem para a vegetação.

No canto inferior à esquerda, o macho de Trairão vigiando o ninho

Não existe diferença entre macho e fêmea de modo aparente. Apenas a fêmea que fica com o ventre maior na época da reprodução devido ao aumento dos ovários.

Alevino de Trair√£o

A média de vida do Trairão é de 10 anos.

Vamos à Pesca!

Vamos pescar um trair√£o?

Para este brigador, é preciso um equipamento médio/pesado.

A linha  pode ser de 17 at√© 25 lbs.

O ideal são as linhas de até 25 lbs

E os anz√≥is de n√ļmero 6/0 at√© 8/0, encastoados com arame ou cabo de a√ßo recapado de 50 √† 100 lb.

Use anzol encastoado de aço recapado de 50 à 100 lbs

Iscas naturais podem ser de pedaços de peixes como o curimbatá, matrinxã, cachorra,etc.

Pedaços de peixe como o curimbatá, matrinxã ou cachorra podem ser usados como isca

As iscas artificiais são muito bem aceitas também, principalmente os plugs de superfície e meia água, spinnerbaits e colheres.

Isca artificial spinnerbaits com colheres

 

Plugs de superfície funcionam muito bem

Vale lembrar sempre que √© preciso muito cuidado ao retirar o anzol da boca do Trair√£o. 

Sua mordida é forte e seus dentes são muito afiados. O uso do alicate de contenção é essencial.

Use alicate de contenção ao retirar o ele do anzol

Propriedades Nutricionais

Em 100 gramas de Trairão podemos encontrar cerca de 72 Calorias, 0 Carboidrato, 0,3 gramas de Gordura e 16 gramas de Proteína.

Trair√£o na Culin√°ria

Um sabor delicioso é também um belo troféu depois desta pescaria.

Para celebrar esta aventura, podemos experimentar um delicioso Trairão à Moda Epitaciana:

Trairão à Moda Epitaciana

Em mat√©ria de carne, o sabor e textura da tra√≠ra e trair√£o s√£o muito semelhantes. 

Por isso, você pode obter uma infinidade de pratos trocando a Traíra pelo Trairão na hora do preparo.

Vamos adaptar esta receita usando o trairão: Traíra Sem Espinhas:

Traíra(ou Trairão) Sem Espinhas

E uma outra opção com o uso do Trairão, é esta receita de Traíra Assada no Forno:

Traíra ou Trairão Assado no Forno

Curiosidades

Trairão é também é um nome de uma cidade
  • Existe uma cidade do Par√° com o nome de Trair√£o. Tem cerca de 18.000 habitantes. Este nome foi dado depois de uma pesca resultar em um Trair√£o de aproximadamente 40 kg no rio Amadeu. Quem nasce em Trair√£o √© chamado de Trairense;
  • Toda a fisiologia desse peixe √© adaptada para que ele possa sobreviver em √°guas pouco baixo n√≠vel de oxig√™nio. Ele possui uma estrutura respirat√≥ria ‚Äúextra‚ÄĚ que conserva o g√°s mais tempo no organismo chamada de Ves√≠cula ou Bexiga Natat√≥ria;
Estrutura que permite maior conservação de oxigênio em alguns peixes
  • O trair√£o aceita provoca√ß√Ķes, ele faz barulho para poder chamar a aten√ß√£o do predador.

Depois de conhecer mais sobre este excepcional brigado de mordida forte, chegou o momento de pegar as tralhas e ir correndo para esta aventura, n√£o acha?!

Vamos pescar!

Só tomar cuidado para não levar uma mordida básica dela e não pense que se colocar no saco ou isolar que ela não morderá, tudo que ela precisa é um oportunidade.

N√£o que isso tenha acontecido comigo rsrsrs

Tenha uma excelente pesca!

Deixe seu voto ūüėČ
[Total: 0    M√©dia: 0/5]
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •