Raia

Raia ou Arraia, os dois modos de falar estão corretos. Este peixe curioso e belíssimo se divide entre espécies de água salgada e água doce.

Arraia em repouso

Aqui, falaremos sobre as de água doce.

Origem do Seu Nome

Do latim arraius, significa espécie de peixe ou molusco com marcas(ou listras).

Seu nome científico é Potamotrygon falkneri, da famíli dos Potamotrygonidae ( Potamotrygonídeos).

Sim, sim, nomes muitos estranhos mas os populares são tranquilos: Arraia, Raia, Arraia Pintada. 

Por que será que chamam de arraia pintada?

Em Inglês caso queira ver fotos ou pesquisar as de outros países: Largespot River stingray.

Existem 3 gêneros de Raias de água doce: Potomotrygon, Paratrygon e Pleisiotrygon. 

Dentro destes gêneros existem ainda cerca de 20 espécies delas.

Principais Características da Raia

Suas manchas são ovais ou reniforme

Peixe cartilaginoso assim como o tubarão, não apresentam ossos em seu corpo, apenas cartilagem.

É muito exigente em oxigênio.

Seu dorso é marrom/cinza e o corpo, coberto de manchas. Estas manchas podem ter formato oval ou reniforme(formato de rim) maiores que o tamanho de seus olhos.

desenho arraia com explicações
Veja como são as Arraias/Raias

Possui espinho muito venenoso na cauda, na parte de cima. 

Possui a cabeça e corpo achatados, em formato discóide.

arrai no fundo perto de pedras
Arraia tem formato de disco e tem um ferrão venenoso

As nadadeiras peitorais formam uma espécie de orla, em volta do disco e são unidas próximo ao focinho.

A boca fica na parte ventral(na parte de baixo) e possui dentes pequenos e pavimentosos, largos e achatados sem cúspides(dentes pontudos) exceto no machos adultos.

A boca e dentes da Arraia
A boca e dentes da Arraia

Têm a cauda longa, que termina em um filamento com abas dos lados na base e verticais, na ponta.

Arraia

Geralmente os de água doce podem chegar a 90 cm pesar até 30 kg mas existem espécies maiores.

Onde a Encontramos

Estão distribuídas em todo Brasil e América do Sul, principalmente na Bacia Amazônica onde se desenvolveram muito bem e se adaptaram perfeitamente.

Locais que encontramos a raia de água doce

Também são comuns na bacia do Paraná e Paraguai.

Hábitos da Raia

Costuma ficar no fundo dos rios, às vezes se enterra na lama nas partes mais rasas. 

Ela se camufla facilmente

Devido à sua coloração, ela fica praticamente camuflada em seu habitat.

Alimentação da Arraia

Arraia comendo um peixe
Flagra de uma Arraia comendo um peixe

É carnívoro, com predominância piscívora. Alimenta-se de pequenos peixes, moluscos e crustáceos. 

Porém não é lá uma caçadora muito habilidosa. Ela come apenas as presas menores.

Confira abaixo a beleza única de uma Raia de água doce em um aquário enquanto é alimentada.

Reprodução e Acasalamento

É Vivíparo e sexuado (faz a fecundação), se reproduz durante todo ano.

O ovo é fecundado dentro da fêmea e em muitas espécies, seus alevinos já nascem vivos na água, nadando.

O filhote parece uma miniatura dos pais

As Arraias expelem os seus ovos já fertilizados em pequenas cápsulas que se tornam mais duras ao contato com a água.

Meses depois o alevino sai dessa cápsula já como se fosse uma miniatura de seus genitores.

O Clásper é um órgão alongado que auxilia na hora da cópula da Raia

Mas existes arraias que são vivíparas e seus alevinos já saem do corpo da fêmea perfeitamente formados.

O embrião se desenvolve dentro da fêmea se alimentando de saco vitelino. Este tipo de gestação leva 3 meses, sendo que os neonatos ficam de 4 a 5 dias sob a fêmea.

As arrais são vivíparas

Um fato curioso é que nestas arraias vivíparas, seus filhotes tem os espinhos ou ferrões recolhidos em uma espécie de bainha e só aparecem depois de estarem fora do organismo da mãe impedindo que ocorra dano ao organismo da mãe.

Sua gestação varia entre 9 e 12 semanas, nascendo em média de 4 a 12 espécimes de 6 à 10 cm.

Acompanhe neste vídeo todo o interessante processo de fecundação, gestação e nascimento de uma espécie de Raia.

Vamos à Pesca!

Uma baita de uma arraia pescada

No que diz respeito a pescaria de Raia ou Arraia, o maior desafio é é deixá-las cansadas rapidamente.

Elas são fortes e costumam prender suas barbatanas peitorais no fundo das águas e dali não se soltam facilmente.

Costumam prender as barbatanas peitorais no fundo das águas

Sendo assim, o equipamento usado nesta pescaria tem de ser resistente para dar conta de tirá-las do fundo e mantê-las na meia água para que a resistência fique bem menor.

Arraia sendo puxada para o barco

Para toda esta técnica, o ideal é usar uma vara de ação média a pesada, com 3,6 até 3,9 metros.

Use vara de ação média à pesada

O molinete tem de seguir a mesma categoria , com uma numeração de 4000 à 6000 e um bom sistema de freio.

A linha mais indicada é a de 0,26 mm(de monofilamento ou então 0,17 mm de multifilamento).

Os anzóis precisam ser resistentes e grandes como os Mutu, Mini Shiner Hook, SSW, Izumedina e Octupus nos tamanhos 14 até 16.

Anzol Shiner Hook

Porém o Maruseigo 10 pode funcionar perfeitamente também.

Iscas

As melhores iscas são as naturais de peixes em filés ou pedaços ou ainda pequenos peixes.

Iscas com peixes pequenos funcionam bem

As Arraias fisgada na beira do rio costumam estar bem próximas ao fundo. Por isso, de um modo geral, são fisgadas na primeira pernada acima da chumbada.

Já o chicote pode ter até duas pernadas com uma distância de 120 cm entre os rotores. Assim, a linha fica bem solta para que as iscas se acomodem no fundo.

São fisgadas na primeira pernada acima da chumbada

As pernadas podem ter cerca de 60 cm.

Já os pesos, os pirâmide ou pião de 90 gramas são os mais indicados já que o objetivo é lançar a uma média distância(30 à 50 metros)e travar todo o conjunto.

Conheça a Traíra Grandona ou Trairão para os Íntimos

Peso e pernada fazem parte das técnicas de pescaria da Raia

Fisgou! E agora?!

Após a fisgada, ela vai levar uns bons metros de linha e de repente, vai parar.

Daí é um jogo de estratégia e paciência: se a linha for forçada, ela poderá arrebentar. 

Tenha paciência que será recompensado
Tenha paciência que será recompensado

Aguarde até que ela se movimente de novo para só então forçar um pouco por entre as maniveladas, sempre respeitando o limite de resistência da linha.

Caso a Raia pare de novo no fundo, repita esta técnica quantas vezes for necessário com paciência.

Se a Arraia for grande, com 10 quilos ou mais, é até normal deixar o caniço na espera(com fricção regulada mas nunca fechada) até que ela se canse mais um pouco.

Para a espera, pode-se deixar as varas no caniço

Se ela foi fishaga e é chegada a hora de tirá-la da água, daí vem outra técnica: o manuseio.

Como Tirar a Raia da Água

Se a idéia for consumir o peixe, é só usar o Bicheiro(aquele haste com o gancho na ponta).

Se for consumir a Raia, pode-se pegar usando o Bicheiro

Se for uma pesca esportiva e for devolver às águas, o cuidado é maior.

Assim que perceber que ela está esgotada, já no chão, coloque o caniço na espera e segure-a pelos espiráculos(aquelas duas cavidades logo atrás dos olhos).

 espiráculos, que são estes orifícios perto dos olhos
Segure pelos espiráculos, que são estes orifícios perto dos olhos

Daí então, use o alicate para retirar com muito cuidado o anzol de sua boca.

Ao segurar a cauda, que é onde se encontra o perigoso ferrão, firme bem a mão um palmo abaixo da base do corpo, de preferência usando uma luva.

Use sempre uma luva adequada ao manusear a cauda da Raia para evitar acidentes

É preciso muita atenção e cuidado, afinal pessoas já morreram em decorrência de uma ferroada de Raia.

Apesar de ser um perigo imenso pisar em uma Arraia dentro da água, quando ela está fora, vai chicotear a cauda para todo lado, pois esta é sua defesa. 

A cauda da Raia com seus espinhos

Acompanhe no vídeo a pescaria de uma imensa Arraia no Amazonas.

Propriedades Nutricionais

Uma porção de 60 gramas de carne de Raia cozida tem cerca de 72 Calorias, 0 Carboidrato, 1 grama de Gordura e 14 gramas de Proteína.

Arraia na Culinária

Um peixe exótico porém muito versátil na hora do preparo, com carne macia e sabor suave, podemos abusar de muitas receitas!

Um prato sem grandes complicações é esta deliciosa receita de Arraia da Suelen:

Arraia da Suelen

E já pensou em fazer um Pastel de Arraia?

Pastel de Arraia

E uma deliciosa Arraia Frita Crocante sempre cai bem:

Arraia Frita Crocante

Curiosidades

  • O ferrão na cauda das Arraias(tanto as de água doce quanto as de água salgada) contém um veneno que pode levar a morte e além disso possui outras habilidades.
    Enquanto estrutura de defesa do animal:
    Chicote natural – além do ferrão, a cauda possui uma musculatura muito forte o que faz desta uma espécie de chicote que machucará muito o inimigo; Rabo engatilhado – quando se sente ameaçado, a primeira coisa que faz é preparar a cauda. Esta fica oblíqua(como a cauda de escorpião), se levanta em direção à sua ameaça seja um tubarão ou um pisão acidental; Uma serra – a parte de fora do ferrão possui pequenas serrilhas que vão dilacerar o tecido da vítima tanto na entrada quanto na saída da cauda; Veneno – o interior do ferrão possui glândulas de peçonha. Quando injetada na vítima, esta substância causa muita dor, taquicardia, vômito, diarreia e pode ser fatal.
Se a ferroada atingir órgãos vitais, pode ser fatal
  • No ano de 2006 o biólogo e apresentador de TV Steve Irwin do canal Animal Planet, conhecido como o Caçador de Crocodilos, morreu em decorrência de um ataque de Arraia.
    Ele mergulhava fazendo imagens para o programa quando uma arraia se assustou e perfurou seu coração com sua cauda.
O ferrão da arraia é extremamente perigoso
  • A recomendação em caso de acidente é lavar o ferimento com água e sabão é ir imediatamente para o atendimento médico;
  • Existe na Indonésia, um aquário gigante que é o Santuário de Arraias Gigantes. Esta reserva fica no litoral e possui 6 milhões de metros quadrados. Contemple neste vídeo imagens feitas neste Santuário;
  • Na animação Procurando Nemo, da Disney, existe uma personagem de Arraia no mar que faz o papel de professor dos peixinhos:
Stin-Ray é uma Arraia no desenho Procurando Nemo
  • Algumas espadas de samurais(Katanas) usam o couro de Arraia para envolver seu cabo 
Katanas com couro de Arraia no cabo

Depois de conhecer mais sobre a Raia ou Arraia, sua pescaria fica ainda mais emocionante.

É hora de viver essa emoção o quanto antes!

Só tomar cuidado, viu?

Deixe seu voto 😉
[Total: 0    Média: 0/5]
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •