Camarão Pitu

Chamado por muitos de lagosta de água doce, o Pitu é extremamente conhecido e virou até marca de aguardente.

O Pitu é bem conhecido no Brasil

De característica única, ele é considerado agressivo quando é colocado entre outros peixes.

Como tem um exoesqueleto, de tempos em tempos esta estrutura se torna mais mole para permitir seu crescimento(ecdise), o que o torna mais vulnerável em um eventual ataque de predadores.

Ele é considerado bastante agressivo

No entanto o Pitu é esperto, ele passa a ficar escondido até que o outro esqueleto esteja totalmente pronto e de acordo com seu novo tamanho.

Este crustáceo é também conhecido como: Camarão Canela ou Calambau, Camarão de Água Doce, Lagosta de São Fidelis.

Origem do Seu Nome

O nome Pitu vem do Tupi

O seu nome popular veio do Tupi, como a maioria dos peixes, Pitu tem o significado “casca escura”.

Já o seu nome científico não é nada simples: Macrobrachium acanthurus, tenta falar 3 vezes rápido para ver se consegue.

Seu nome científico vem do grego

E claro que esse nome científico tem um significado, ele vem do grego: makros(longo,grande) e brakhion(braço).

Onde Encontramos o Pitu

Encontramos o camarão Pitu nas Américas

Eles são encontrados em todas as Américas, ou seja, você o encontra tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos.

Hábitos do Pitu

Eles podem viver em água salobra em seu estado larval, porém quando adultos vivem em água doce em locais com correnteza, fundos rochosos ou arenosos.

Quando cresce ele se muda para água doce

São mais ativos à noite, já durante o dia eles buscam abrigo e refúgio.

Buscam sempre lugares com fluxo constante de água.

Sua Alimentação

Vorazes, comem desde peixes, ração, outros camarões até animais debilitados

É um animal que não perdoa nada, come de tudo e é bem agressivo.

Costuma pegar peixes e outros camarões, principalmente durante a noite, quando estão mais ativos.

Animais mortos e algas também fazem parte de seu cardápio além da ração dos peixes.

Ele também come animais mortos

São predadores muito ativos e se o nível de proteína animal de sua dieta estiver baixo, seu instinto fica ainda mais voraz.

Então já sabe, nada de Pitu no aquario com outros peixes, tem que tomar os devidos cuidados.

O pitu geralmente não se dá bem com outros peixes

Reprodução e Acasalamento

Seu período reprodutivo se dá entre os meses de Junho e Julho.

Ele possui uma alta taxa de fertilidade e fecundidade.

Uma fêmea chega a produzir cerca de 100 mil ovos, podendo chegar à 250 mil.

Pitu com ovas

As larvas dependem de água salobra para seu desenvolvimento e crescimento adequado. 

Foto ampliada da fêmea do camarão com seus bebês ainda dentro dela

Só depois de adultos é que estes vão em definitivo para a água doce.

Dá para saber qual é e o macho e a fêmea graças as suas diferenças. 

Geralmente a fêmea é menor e suas garras também são reduzidas. 

A fêmea tem um tipo de “sela” para alojar os bebês na parte inferior

Possuem a pleura abdominal curvadas e alongadas, formando assim uma espécie de barriguinha aonde estarão alojados seus ovos e larvas que serão expelidas no tempo certo.

Com 15 dias de nascidos

É muitíssimo raro observar a eclosão de um camarão, seu nascimento.

Isto porque é extremamente rápido. Ele salta para fora do ovo e em menos de 1 segundo, agarra-se a primeira coisa que encontrar: planta ou musgo. 

Eventualmente a mamãe pode até ajudar dando uma espécie de chute ou cutucada para que os bebês alcance o local onde ficarão aderidos até ficarem maiores e mais independentes.

Um filhote já aderido a uma planta

As fêmeas sabem quando vão eclodir, por isso se escondem nesta fase para proporcionar maior segurança aos filhotes.

Você Sabia que O Cascudo É um Aliado dos Aquários? Clique Aqui e Descubra Mais Sobre Esse Peixe

Vamos à Pesca!

A pesca do pitu é simples

A pescaria do Pitu é feita de maneira artesanal, utilizando-se armadilhas com iscas dentro, o chamado Covo.

 

Covo: armadilha para pegar camarão e pitu

Você pode comprar um covo pronto, que não é muito caro ou fazer um com materiais diferentes.

Assista abaixo como pescar pitus com um covo artesanal.

Outra maneira de pescar esses camarões gigantes, é usando a rede de pesca, mas não é eficaz como o covo.

Pesca feita com rede

Propriedades Nutricionais

Em um Pitu de 75 gramas, vamos encontrar cerca de 6 Calorias, 0,1 grama de Gordura, 0,05gramas de Carboidratos, e 1,21 gramas de Proteína.

O Pitu na Culinária

Um crustáceo muito nutritivo e de sabor peculiar , delicioso, o Pitu oferece muitas facilidades na hora de seu preparo.

Podemos começar com esta deliciosa receita de Camarão Pitu ao Bafo:

Camarão Pitu ao Bafo

Vamos experimentar também esta saborosa Pituzada:

Pituzada

Para fechar com chave de ouro, uma deliciosa Moqueca de Pitu:

Moqueca de Pitu

Curiosidades

  • Existe um famoso aguardente no Brasil de nome Pitú, sua indústria é a maior exportadora de cachaça do Brasil. O seu  nome é devido ao engenho que ficava em Vitória de Santo Antão/PE aonde os pitus eram tão comuns por ali que eram usados como tira-gostos nas reuniões de degustação que ali aconteciam;
Aguardente Pitu chegando para ser engarrafado em 1947
  • Mas ainda sim existe uma pequena diferença no nome, o “Pitú”, referente a cachaça tem acento agudo enquanto o crustáceo “Pitu” não, acreditasse que na época do registro achavam que tinha acento e não mudaram depois com medo da clientela pensar que poderia ser uma falsificação.
  • Hoje em dia, a espécie tem diminuído muito, correndo o risco de entrar em extinção principalmente devido aos barramentos de rios e destruição de seus habitats além da poluição das águas, diminuição de vazão dos rios e pesca excessiva, por isso existem projetos de preservação dele.
A espécie corre risco de extinção
  • Mesmo diante da proibição de pesca em alguns locais, a pesca realizada de forma artesanal ainda é feita especialmente nas regiões Norte e Nordeste fazendo parte da culinária tradicional destes lugares.
  • O Pitu é o maior camarão de água doce do Brasil e entrou para o RankBrasil – Recordes Brasileiros.

Pesca com Consciência

Com toda certeza esta é a pesca que deve ser feita com todo cuidado e respeito para manter viva esta espécie tão apreciada.

Na maioria dos países fazem algo interessante com as lagostas e pitus para isso, se tiver menos de 3,25 cm de comprimento , ela é muito nova para ser vendida e deve ser devolvida ao mar para ajudar a regular e manter um estoque saudável para o futuro.

Medição para garantir a sustentabilidade

Já se ele tiver mais 13 cm ela também deve ser devolvido pois são melhores reprodutores

Muito legal, né? E claro que varia de acordo com a espécie.

Então seja usando armadilhas artesanais ou redes, é sempre bom sentir o prazer deste esporte aliada a consciência tranquila de sua preservação.

Boa pesca!

Um Belo pitu pescado
Deixe seu voto 😉
[Total: 0    Média: 0/5]
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •