Incrível! Foram descobertas mais de 30 espécies marinhas nos Galápagos

Foram descobertas 30 novas espécies de invertebrados em águas profundas ao redor das Galápagos por uma equipe internacional de cientistas marinhos. Informaram as autoridades do Parque Nacional do Arquipélago equatoriano na segunda-feira, dia 17 de agosto.

Descobertas foram feitas no mar do Galápagos Foto: Reprodução/Parque Nacional de Galápagos

Os especialistas em águas profundas descobriram frágeis comunidades de corais e esponjas. Incluindo 10 corais de bambu, quatro octocorais, uma estrela-quebradiça e 11 esponjas.

Além de incríveis quatro novas espécies de crustáceos conhecidas como lagostas okupa, disse o Parque Nacional Galápagos (GNP) em uma declaração.

“Essas descobertas incluem o primeiro coral macio solitário gigante conhecido no Pacífico Tropical Oriental, um novo gênero esponja de vidro que pode crescer em colônias de mais de um metro de largura. E também leques do mar coloridos que hospedam uma infinidade de espécies associadas,” o arquipélago da Fundação Charles Darwin (CDF), disse em uma declaração separada.

A expedição que levou para as descobertas

Cientistas da CDF, em colaboração com o National Park Directorate e o Ocean Exploration Trust, sondaram ecossistemas de águas profundas em profundidades de até 3.400 metros usando veículos de última geração operados remotamente, ou ROVs em abreviação.

Os dois ROVs, Argus e Hércules, foram operados a partir do navio de exploração de 64 metros Nautilus.

Ele que que realizou a sonda de profundidade em 2015. Já falamos de algumas das descobertas com ele por aqui.

Algumas das coletas feitas pelos ROVs Foto: Reprodução/ Nature

“O mar profundo permanece como a última fronteira da terra. Este estudo fornece uma prévias das comunidades menos conhecidas das Ilhas Galápagos”. Disse o cientista marinho da CDF, Pelayo Salinas De Leon, que liderou o estudo e anunciou suas descobertas na segunda-feira.

A expedição explorou pela primeira vez três montanhas subaquáticas íngremes, ou montanhas submarinas, localizadas perto das ilhas de Darwin e Wolf, no norte do arquipélago. A área é o lar da maior população de tubarões do mundo.

A importância das descobertas

“Estes primitivos montes marinhos estão dentro da Reserva Marinha das Galápagos e são protegidos de práticas humanas destrutivas, como a pesca com redes de arrasto de fundo ou mineração de profundidade, que são conhecidas por ter impactos catastróficos sobre comunidades frágeis. Agora é nossa responsabilidade garantir que eles permaneçam intactos para as gerações vindouras”, disse Salinas de Leon.

Lagostas e outros animais marinhos observados pelo ROV Foto: Reprodução/ Nature

“As muitas descobertas feitas nesta expedição mostram a importância da exploração em alto mar para desenvolver uma compreensão dos nossos oceanos”, disse a Dra. Nicole Raineault, Cientista-Chefe do fundo de exploração oceânica.

“Uma vez que nunca sabemos o que vamos encontrar, utilizamos cientistas terrestres que observam os mergulhos de ROV de casa e se comunicam diretamente com a equipe de bordo em tempo real, para ajudar a determinar o que é realmente novo e digno de mais investigação ou amostragem.

“Cientistas que estudam o vídeo, dados e espécimes resultantes fazem um número surpreendente de descobertas, lembrando-nos o pouco que sabemos sobre o mar profundo”, disse Raineault.

O arquipélago das Galápagos, localizado a 1 000 km a oeste do litoral do Equador, é um ecossistema frágil que tem o maior número de diferentes espécies animais do planeta.

São um total de 13 ilhas maiores, 6 menores, além de mais de 40 ilhas pequenas.

Arquipélago de Galápagos
Arquipélago de Galápagos

Ela fascina o mundo desde a viagem de Charles Darwin, o criador da Teoria da Evolução das Espécies. 

Não existe(ou não foi descoberto) nenhum outro lugar do mundo que é possível encontrar tanta variedade de flora e fauna. 

Descobertas de lá são sempre incríveis e importantes, o que reforça ainda mais a proteção do local.

Fontes: FirstPost, Nature

Deixe seu voto 😉
[Total: 0    Média: 0/5]
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Ei Vc, entre no Grupo do Telegram e veja as novidades da pescaAperte Aqui